Ultimas Notícias

Depoimento - Márcia Trindade

Corrida...

Não sei vocês mais pra mim isso foi um caso de amor e ódio.

Tudo começou em um domingo de 2018. Estava almoçando na casa de uns amigos, quando uma das amigas mexendo no celular viu um desafio que ia iniciar na segunda feira (dia oficial onde tudo começou) na academia de um professor conhecido dela, no qual ela disse que era muito bom e que eu não iria se arrepender, porém eu estava desmotivada e 100% sedentária, mas ela me convenceu e juntas iniciamos esse Desafio duplo pra mim.


Primeiro por não praticar nenhum tipo de atividade física e não sentir vontade alguma em fazê-lo

Segundo por estar com 27 kilos a mais, considerando extras que ganhei quando deixei o vício do cigarro, quilos esses que me incomodava, pois sempre fui bem magra (mais magra que o normal) e não era acostumada com esse peso extra.

Então chegou que temida segunda feira e sinceramente já bateu aquela vontade de desistir sem nem tentar. Mais dei o primeiro passo e me desafiei, fui e iniciei os treinos funcionais, sofridos, doloridos e confesso que na época quase insuportáveis para uma sedentária.

Os treinos sempre se iniciavam com aquecimento e às vezes tinha a bendita da corrida de 200 metros que quase fazia o coração pular pra fora, e eu odiava quando chegava lá e via o treino e entre os exercícios tinha a CORRIDA.

Meu tênis não era apropriado e como a intenção não era ir tão longe, ele me fazia bolhas, machucava meu pé, cheguei a tirar todo o foro dele no calcanhar para ficar macio e assim foi passando treino após treino e eu não me tocava que aquilo tudo estava me desafiando a permanecer no desafio.  E, em um piscar de olhos os dias se passaram e chegou o dia do término daquele grande desafio. Gostei do que vi e do que vivi, além do resultado corporal eu consegui vencer o meu desafio pessoal e decidi continuar com os treinos funcionais, pois a corrida era pouca nos treinos e dava para ir levando, mesmo não gostando da Corrida comprei um tênis melhor (porque tinha detonado o meu) .

Certo dia saiu uma conversa na academia de uma corrida feminina onde as meninas queriam correr. Vi a camiseta e a medalha gostei me inscrevi, a intenção era irmos para se divertir, unir a galerinha. Nem todas treinavam no mesmo horário.

E fomos nós, e ao começar a correr senti um negócio diferente, o coração batendo acelerado e uma energia muito gostosa. Naquele momento aquele ódio que existia a dias atrás desapareceu e você começa a pensar o que está fazendo ali? Que emoção é essa? E foi ali que vi que o que se sente no momento da Corrida é inexplicável e ao terminar a minha primeira corrida me empolguei e acho que iniciei um novo vício (saudável) comecei a procurar corridas, amo pesquisar corridas. Quando achava já enviava no nosso grupo e sempre que possível lá estávamos nós indo correr em várias cidades e sempre após as corridas turistamos essas novas cidades conhecendo teus pontos turísticos e tirando as fotos para guardar essas boas lembranças.

Com o tempo comecei a procurar melhorar para não lesionar, melhorar postura, que existe tênis certo, e faz diferença. Aprendemos demais com as redes sociais, basta procurar, conheci pessoas que dão dicas maravilhosas, parece insignificante, mas não é. Conheci pessoas na rede social que sabem motivar que tem o propósito de motivar muito as pessoas.

Conheci o Carlos (não pessoalmente, mas ainda teremos a oportunidade) ele motiva as pessoas, ele dá espaço no perfil dele para a galera marcar os treinos, ele vive postando sobre corrida. O Corridas Externas é perfil motivacional.

A corrida me trouxe a oportunidade de Conhecer o Projeto LetsRun Girl das meninas Van Agnelo, Pri Mengatti e Ma Vidotti.


E no pessoal temos aqueles amigos que estão ali a todo momento pegando no teu pé e te impulsionando a gente a progredir. Minha melhor amiga Ariana é a minha maior motivação, ela pega no pé, ela da conselho, ela puxa a orelha se achar necessário. E ela sabe do imenso orgulho de DEUS ter me tirado muita coisa nessa vida, mas ter encaixado ela no lugar foi presente de Deus mesmo.

A corrida traz muita coisa boa na nossa vida, hoje coleciono algumas medalhas já e amo todas. Cada uma tem o teu real significado, e cada um traz um aprendizado novo.

Mas a minha maior emoção na corrida foi 2019, um Treinão do Raveli do Dia dos Pais, confesso que depois que perdi meu pai o dia dos Pais não tem aquele motivo especial.

Acordei, fui porque tinha me comprometido a ir e elas nem sabia das minhas emoções ruins. E era um percurso que eu já conhecia e isso não me motiva porque já sei onde tem subida, descida e a curva rsrsrs. Corri bem de boa e quando cruzei a linha de chegada a moça me deu parabéns que havia pego o 5° lugar. Pensei comigo ela deve estar enganada, fui tão devagar. E lá estava mesmo o 5° lugar, tive várias emoções, sensação boa, me fez feliz e entendi como um sinal "Filha não pare, isso te motiva, faz você vibrar" em meio a tristeza vem alegria e isso não tem como explicar.

Depois de tanta empolgação quando chego em casa, meu marido começou a correr, e decidiu fazer uma corrida, pensa na alegria de contagiar ele e hoje ter ele nas corridas comigo. Mesmo que o famoso pace seja diferente eu sei que ele está ali, correndo e sendo inspiração e quebrando as barreiras.

Ultimamente com a pandemia estou participando de provas virtuais e conclui meus primeiros 15km em prova.

Meu próximo objetivo é correr uma meia maratona, quero apenas chegar inteira, sem preocupação com pace, eu corro para apreciar o momento, quero melhorar? Sim, mas não ser bitolada em tempo.

A corrida me fez viver emoções diferentes, ela traz a sensação de liberdade, ali é você contra você. Todos podem correr o mesmo caminho, mas o teu percurso é teu, todo teu.

Da Corrida eu desejo apenas correr e ser feliz, sentir a sensação de quase perder o fôlego, aprender a controlar a respiração, sentir o vento, o sol quente e a chuva. Ódio virá amor SIM, prova disso sou eu.

Carlos agradeço a oportunidade, você é um motivador.

13 comentários:

  1. Muito bem Márcia!!! 👏🏽👏🏽👏🏽

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Beto pelas fotos sensacionais que você faz e por ser parceiro.

      Excluir
    2. Obrigada Beto pelas fotos sensacionais que você faz e por ser parceiro.

      Excluir
  2. Top d+ minha amiga, adoro ler história de superação, e como sempre acabo chorando rsrsrs mas de alegria. Parabéns por se superar sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia se chora de alegria é emoção boa, então pode. Obrigada viu, e vamos continuar correndo sempre.

      Excluir
  3. Linda, arrasou!!! Realmente a corrida muda nossa vida. Parabéns Má❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, obrigada. Muda SIM demais e em todos os aspectos. Corporal esteticamente e o maior e melhor mental.

      Excluir
  4. Que lindo Márcia, me emocionei aqui, parabéns por ser tão guerreira e saiba que vc é uma das minhas inspirações viu. Te admiro muito, que Deus continue te abençoando sempre 🙏🏼😘❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus abençoe sempre a gente, todos podemos. Só precisamos dar o primeiro passo. ❤️💓🏃‍♀️🙏

      Excluir
  5. Márcia, parabéns pelo depoimento!

    O bacana são também as viagens de corrida para outras cidades que você citou. Principalmente aqui na nossa região de Campinas existem belas provas e cidades para conhecermos.

    Temos que valorizar a Corrida de rua na grande cidade, porém de grande importância também no pequeno município.

    Continuem assim, você e seu esposo! Na torcida para podermos todos estar em muitas provas presenciais na nossa região.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alex, obrigada.
      Sim a corrida ela proporciona não apenas o correr.
      Ela te faz viajar, conhecer lugares e fazer roteiros super bacanas. Nossa região é repleta de cidades com histórias lindas e lugares turísticos para fotografar e conhecer. Logo, logo quando tudo isso passar teremos a oportunidade de reunir o pessoal e correr numa prova bem legal.

      Excluir
  6. Uma inspiração pra mim 👊🏼✌🏼👑🏁🏁🏁🏁🏁🏁🏁🏁🏁🏁

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho tantas pessoas que me inspira, e tenha certeza que me inspira também. Obrigado pelo carinho.

      Excluir