Ultimas Notícias

Entrevistando com Seguidores #03 - Adriano Silva

Neste mês de Setembro vamos entrevistar Adriano Silva, ele que é da cidade de Jundiaí, que juntamente com a sua esposa Melina criaram o Projeto Atletas das Ruas onde levaram a pratica da Corrida de rua para moradores de abrigo. Adriano também juntamente com alguns amigos criaram a Pace Assessoria Run, empresa desenvolvedora de provas corrida de rua, com intuito de levar a visão do atleta para organização de provas, atualmente estão organizando a Corrida Made In Roça na cidade de Jundiaí/SP, respeitando todo o protocolo da Federação Paulista de Atletismo e órgãos de saúde na prevenção do COVID-19.


Kelly Souza (@nutri_kellysouza), Campinas/SP: Qual sua dica para as pessoas que devido a pandemia, deixaram de correr? Obs.: A aglomeração é um fator de risco e muitos convivem com familiares que estão no grupo de risco.

Adriano: No meu ponto de vista os treinos tem que voltar, claro que hoje não tem mais a liberdade como tínhamos antigamente, mas acredito que treinos em horários de menor movimento, sem aglomeração, levando sua garrafinha de água e em locais mais isolados sejam a alternativa ideal para quem quer voltar a treinar.

 

As seguidoras Valquiria Ramos (valzinha_val3r), Três Rios/RJ e Liliane Carmargo (lilijbcamargo), Campinas/SP fizeram perguntas bem semelhantes, então nosso entrevistado achou melhor responder em apenas uma única resposta.

Valquiria: O que motivou ele a criar este projeto  inclusivo, voltado para moradores em situação de rua a praticar atividades físicas?

Liliane: Como e quando surgiu a idéia do projeto Atletas das ruas?

Adriano: O Projeto Atletas das Ruas começou em Março de 2018 e veio da junção do trabalho da minha esposa Melina Nucci que é Terapeuta Ocupacional na Casa de Passagem SOS Jundiaí, onde que abriga pessoas em situação de rua, com minha experiência nas corridas de rua. Juntamos os dois trabalhos e criamos o projeto para promover a inclusão desse público de volta a sociedade.

 

Andreia Suprano (@zsandreia), Sumaré/SP: O que te motivou a seguir o novo modelo de corridas?

E o que sentiu quando a pandemia se fez parte do cotidiano?


Adriano:
A Pace Assessoria Run foi criada em 2019 para promover a 1º Corrida Atletas das Ruas e nesse ano de 2020 estávamos com projeto para realizar 4 corridas na região, inclusive uma que seria em Março 1º Corrida da Uva esgotada desde Janeiro. Quando começou a pandemia no Brasil estávamos a duas semanas de entregar nossa primeira prova em 2020 e tivemos diversos transtornos por conta da validades dos itens dos kits, contratos e tudo mais. Muita gente inclusive deu sugestões de só entregar os kits ou virar uma versão virtual da prova, mas achamos melhor adiar para o ano que vem o evento, na expectativa de tudo estar voltando ao normal e de entregar uma prova realmente como foi vendida, como todos os atrativos.

Em Julho tivemos a idéia de seguir o novo normal e lançar a corrida Made In Roça para dar uma nova opção aos atletas que querem voltar a sentir o prazer de disputar uma corrida. Nela colocamos diversas novas regras para que seja um evento seguro, como por exemplo: distanciamento na largada, utilização de álcool em gel, medição de temperatura, utilização de máscara antes e depois do percurso e o mais importante dias e horário agendados com no máximo 10 atletas no pelotão em cada hora.

 

Gisela Sanches (@giselasanches_ds), São Carlos/SP: Gostaria de saber qual a maior dificuldade desse projeto?

Adriano: A maior dificuldade do Projeto Atletas das Ruas assim como em muitos projetos sociais é a falta de investimento, hoje ele é mantido por atletas voluntários e todo o material utilizado como camiseta, shorts e tênis vem de fruto de doação, inclusive para que eles possam participar das provas entramos em contato com as organizações, apresento o projeto e assim acabam nos ajudando com as inscrições.

 

Sergio Coluce (@sergiocoluce79runner), Jundiai/SP:  Adriano,  vocês pensam em organizar provas de 10k, 15k?

Adriano: Sim, nós da Pace Assessoria pensamos sim em organizar provas com maiores distancias, inclusive já temos projetos para fazer uma meia maratona na região, agregando desde 5km até 21km.



Então, o que achou da entrevista desse vez?

Deixe o seu comentário.


Até a proxima entrevista.

3 comentários:

  1. Sensacional, que o projeto continue crescendo e se fortalecendo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Adriano! Vida longa para Pace Assessoria!

    Existe uma demanda de provas com maiores distâncias no eixo de cidades entre Valinhos-Jundiaí. Uma Meia Maratona em uma destas cidades seria muito bem-vinda e com certeza bem aceita pelo público!

    Abração!

    ResponderExcluir