Ultimas Notícias

Retropé, mediopé ou antepé


Durante muito tempo se discutiu sobre o tipo de pisada dos corredores (pronada, supina ou neutra), suas diferenças, vantagens e precauções para cada tipo. Hoje, a discussão vai um pouquinho além e trata também do padrão da pisada dos corredores.


O que define o padrão da pisada é parte o pé que toca primeiro no chão durante a passada e existem três tipos:

Foto: Science Running*
  • Retropé: Quando o pé toca o solo primeiro com o calcanhar;
  • Médiopé: Quando há um toque simultâneo entre a parte da frente e a parte de trás do pé;
  • Antepé: Quando a parte da frente é a primeira a tocar o solo.

Estudos recentes, feitos pela SPRunIG e divulgados na revista científica Physical Therapy in Sport¹, avaliaram 514 corredores e comprovaram que 95% deles possuem o padrão retropé, enquanto 4% o médiopé e apenas 1% o antepé².

Cada tipo de padrão causa respostas diferentes no aumento ou diminuição da força sobre as estruturas, além de mudanças na postura durante a corrida, assim, foi observado que “pessoas com padrão de pisada de retropé e médio-pé tendem a sofrer mais com fraturas por estresse na tíbia e no pé, assim como apresentam fascite plantar e dores nos joelhos com maior frequência. Já corredores que aterrizam com o antepé têm maior incidência de lesões como tendão de Aquiles e na panturrilha”².

Alguns fatores podem influenciar no padrão da pisada, como o tipo de tênis e até mesmo a velocidade durante a corrida. Embora algumas pessoas acreditem que o melhor padrão de pisada seja o antepé, cientificamente não foi possível comprovar que a mudança para esse tipo de padrão de pisada diminui os riscos de lesões, já que como visto acima, também pode gerar riscos para outras lesões.

Acredita-se porém, que os tipos de padrão pode ser mais vantajoso em uma situação do que em outra, “normalmente corridas mais lentas e em superfícies mais macias (areia, tênis com amortecimento) a preferência é de corredores de retropé. Corridas mais rápidas e em terrenos mais firmes (pista e rua) a predominância é de corredores de antepé. Os corredores de médiopé geralmente são encontrados em provas como as de ultramaratona, com terreno irregular e longa duração”³.

Com tudo isso, podemos perceber que independente do tipo ou padrão de pisada, todos estamos suscetíveis a lesões, a execução de exercícios adequados e a melhora na biomecânica da corrida se tornam ótimos aliados na diminuição desses riscos, para isso, a busca por um acompanhamento profissional se torna fundamental.

_______________________________
Referências:
*Foto: http://www.sciencerunning.com/single-post/2016/03/30/Correr-com-o-antep%C3%A9mediop%C3%A9-ou-retrop%C3%A9
1 - http://sprunig.net/wp-content/uploads/Is-the-rearfoot-pattern-the-most-frequently-foot-strike-pattern-among-recreational-shod-distance-runners_2015.pdf
2 - https://www.ativo.com/corrida-de-rua/papo-de-corrida/qual-o-tipo-de-pisada-mais-comum/
3 - https://www.vaicorrendo.com/news/que-tipo-de-corredor-voce-e/
http://analuciamottarpg.com.br/retrope-ou-antepe-qual-o-padrao-adequado-para-corrida/
http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2016/07/com-antepe-ou-ponta-do-pe-os-riscos-e-diferencas-dos-tipos-de-aterrissagem.html
_______________________________
Fonte: Corrida Nossa do Dia a Dia

Nenhum comentário