Ultimas Notícias

Vigorexia: quando o treino vira obsessão e doença.

A vigorexia é um distúrbio da busca implacável pelo corpo musculoso e torneado. É mais comum em homens de 18 a 35 anos, mas também pode acometer mulheres.⠀


Tem um paralelo com a anorexia nervosa, no sentido de que o indivíduo se enxerga fraco e busca cada vez mais pelos músculos, enquanto que na anorexia a paciente apesar de ter atingido níveis patológicos de magreza se enxerga acima do peso.⠀

Esse distúrbio é considerado um transtorno obsessivo-compulsivo no DSM-IV *, porém, ainda não incluso como diagnóstico final.⠀

E como todas as outras relações alteradas do indivíduo com a comida e o corpo já citados aqui (anorexia, bulimia, TCAP, ortorexia, tríade da mulher atleta) leva a grande sofrimento e isolamento social. Além disso, o alerta fica para os amigos e familiares notarem o problema, pois essas pessoas não percebem que estão doentes.⠀
Os vigorexicos “passam do ponto” e transformam algo que seria teoricamente saudável (treinos e alimentação) em uma obscessão desenfreada por músculos, passando horas nos exercícios exaustivos, se submetendo a dietas proteicas restritivas, suplementos e muitas vezes recorrem ao uso desmedido de anabolizantes.⠀
Como todo distúrbio dismórfico corporal, abala a vida social e profissional do indivíduo, que troca tudo e todos para poder treinar mais e mais em nome do “ideal”. Cultivam um complexo de inferioridade, pois apesar da musculatura desenvolvida se enxergam como fracos e buscam o ideal inatingível de corpo perfeito. Isso é acompanhado de depressão e ansiedade. E também devido ao excesso de exercícios podem desenvolvem lesões osteo-musculares.⠀
O tratamento é feito geralmente com equipe multidisciplinar, médicos, psicólogos, nutricionistas com o intuito de restabelecer a relação saudável com o corpo.


*Dicionário de Saúde Mental 5.ª edição ou DSM-5 (manual diagnóstico e estatístico feito pela Associação Americana de Psiquiatria para definir como é feito o diagnóstico de transtornos mentais).

_____________________________

Nenhum comentário