Ultimas Notícias

A importância do teste de pisada para o corredor


Matéria interessante no site da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte.  Defende que o tipo de pisada é importante na melhora da performance, mas que sozinho não tem tanta influência. " O toque ao solo, a postura e o fortalecimento dos músculos são variáveis mais importantes e que podem ajudar a melhorar a biomecânica da corrida - além de deixar o atleta longe de dores". O texto é bem escrito e traz uma opinião de especialista, porém não traz fontes bibliográfica. Por isso fui pesquisar artigos sobre o assunto no PUBMED.

Os artigos sobre o assunto corroboram a opinião emitida no texto, sendo que um dos artigos avalia corredores iniciantes e afirma que a pisada pronada não está relacionada com maior risco de lesões e que a grande maioria dos tipos de pisadas irá vivenciar um número similar de lesões até 250km. Diz inclusive que o número de lesões/1000km de corrida foi significativamente menor nos pisadas pronada que nos neutros.

Outro artigo mostra que a prescrição de tênis específicos (tênis para pisada pronada, calcanhar elevado ou controle da subtalar, por exemplo) não se baseia em evidências científicas e os efeitos do uso desses calçados permanecem desconhecidos (para o bem ou para o mal). Concordo portanto com o autor do texto que afirma que um teste superficial de pisada é ineficaz para melhora de performance ou prevenção de lesões. O correto seria fazer um teste completo de baropodometria, que avalia não só a pisada mas também o porquê de cada pisada e as disfunções musculares, articulares e posturais; permitindo prescrições específicas para corrigir as alterações, levando a prevenção de lesões e melhora de performance.
__________

Nenhum comentário